Blog

DICAS PARA UM BOM NEGÓCIO NO MERCADO IMOBILIÁRIO

DICAS PARA UM BOM NEGÓCIO:

VENDEDOR
1 – Contrate um profissional
Uma imobiliária, ou corretor de imóveis, vai orientar sobre o passo a passo até a efetiva realização do negócio.

2 – Pequenas reformas
Uma reforma grande é inviável, pois requer tempo e dinheiro, mas pequenas intervenções podem valorizar o imóvel.

3 – Fotografia de qualidade
Investir em fotografia de qualidade faz toda diferença, afinal é pelos anúncios que surgem a maioria dos compradores, e o imóvel com boas fotos tendem a ter mais visibilidade.

4 – Visita
Limpe e organize o imóvel antes de receber o provável comprador. Se possível, retire objetos com temas como religião, política, e times de futebol.

5 – Documentação
Mantenha a documentação do imóvel e dos proprietários em ordem. Mais de 80% dos imóveis no Brasil tem alguma pendência na documentação, isso pode inviabilizar a negociação.

COMPRADOR

1 – Definir perfil do imóvel
É importante definir o tipo do imóvel que busca, o valor e a forma de pagamento. Isso acelera o processo, pois é possível verificar quais imóveis estão dentro do perfil.

Joaquim Torres

Corretor de Imóveis

NNOVA NETIMÓVEIS

Posse do Conselho Pleno para 2022/2024 – Sócios Diretores da NNOVA NETIMÓVEIS são reeleitos como Conselheiros

Os Sócios Diretores da NNOVA NETIMÓVEIS (Noel Silva e Neuza Marques) foram reeleitos como conselheiros do CRECI BA para os anos de 2022/2024.

Abaixo o texto na íntegra publicado no BLOG do CRECI BA:

Os Conselheiros Efetivos, a Diretoria Executiva, os Representantes junto  ao Conselho Federal e o Conselho Fiscal do CRECI/BA tomaram posse para o triênio 2022/2024.

O Presidente reeleito, Samuel Arthur Prado agradeceu a parceria e o comprometimento de todos, que se dispuseram a trabalhar de forma honorífica pela categoria profissional.

“Tenho certeza que nesta gestão também conseguiremos realizar o mesmo trabalho sério de nossa gestão anterior. Todos os colegas têm a necessária qualificação e um histórico ilibado para o exercício desta função. Conseguimos realizar um trabalho, voltado, exclusivamente, para a obtenção de melhores condições de trabalho e dignidade para a nossa classe, culminando com a aquisição de nossa nova Sede, digna dos Corretores de Imóveis! Prosseguiremos neste mesmo caminho, unidos como sempre, e preocupados, em primeiro lugar, com a transparência e a honra da categoria, seguindo sempre a integridade de todas as Normas e Leis que determinam nossas ações” fez questão de ressaltar, o Presidente Samuel Prado.

O Presidente Samuel aproveitou também para elogiar e agradecer o trabalho dos colaboradores e assessores , certo de que nesta gestão o empenho de todos será o mesmo!

Fernanda Fernandes

Assessoria de Comunicação

CRECI BAHIA

Texto adaptado para publicação no Blog da NNOVA Netimóveis

Um panorama atual do mercado imobiliário baiano

Pesquisas recentes mostraram que 90% das buscas de imóveis no país se iniciam na internet, e na Bahia não é diferente. Ou seja, se você não estiver bem adaptado ao mundo digital, você simplesmente não existe para 90% dos seus possíveis clientes. As imobiliárias tem feito investimentos constantes em tecnologias e treinamento de equipe, para se adaptar às novas tendências.

A jornada de compra no mercado imobiliário é longa. Muitas vezes, existe um excesso de condições impostas para a transferência da propriedade, que atrapalha e atrasa o processo. Tudo isso faz com que as partes envolvidas fiquem ansiosas, e impacta na tomada de decisão do cliente. O que para os operadores do mercado é intuitivo, para o cliente é cansativo, e estressante. São tantas dúvidas, tantas decisões que ele tem que tomar, que o deixa inseguro. Ainda tem os prazos longos, além dos altos custos. Cada vez mais, o profissional do mercado, tem de estar atualizado das mudanças, e informar desde o início o cliente sobre todo processo, os custos, e os prazos.

Apesar das incertezas da economia, o mercado imobiliário continua sendo um dos meios mais seguro para investimento. Isso faz com que ele permaneça em alta, tanto na compra e venda, como na locação.

Vale a pena investir em imóveis? Sim, com certeza. Todavia é de suma importância que seja consultado um profissional do mercado, que esteja sempre atualizado. Com tantas mudanças nas normas, regras, e prazos, o risco torna-se alto.

 

Joaquim Torres

Corretor de Imóveis

NNOVA NETIMÓVEIS

O mercado imobiliário continua comprovando a sua solidez, resiliência e tradição.

O mercado imobiliário demonstrou forte resiliência durante uma das crises mais desafiadoras da história mundial. Por isso, é fácil entender por que ele apresenta inúmeras oportunidades para quem deseja investir com segurança.

Seja durante ou após a pandemia, quem compra um bem com o objetivo de investir pode encontrar diversas vantagens.

As pessoas precisam, e sempre precisarão, de imóveis, seja para moradia ou fins comerciais. Dessa forma, é possível encontrar com facilidade interessados em comprar ou alugar imóveis fazendo valer o investimento realizado.

A residência de uma família não é mais vista apenas como moradia ou local de descanso. Afinal, muitos descobriram que ela pode ser a sua moradia, o seu local de trabalho e até mesmo um ambiente de lazer. De acordo com os dados da 4ª rodada da “Pesquisa da Influência do Coronavírus no Mercado Imobiliário Brasileiro” realizada pela área de inteligência imobiliária do ZAP+, 62% dos entrevistados apontaram como relevante um imóvel com ambientes bem divididos… Esse desejo de mudança impulsionou os mercados de locação, compra e reformas

Pesquisas indicam que 8 a cada 10 jovens da geração Y preferem morar de aluguel do que comprar uma casa. Dados como esse demonstram o quanto o mercado de locação tende a crescer nos próximos anos e vem daí a conclusão que investir em imóveis é um bom negócio.

Dois (de muitos) motivos para investir em imóveis:

Segurança:

Comprar um imóvel pode ser considerado um investimento seguro. Primeiro porque, ao ter dinheiro aplicado em um empreendimento, você fica imune aos riscos relacionados à falência de instituições financeiras, ou mesmo aos perigos inerentes a produtos ou ativos financeiros. Afinal, durante uma crise ou fora dela, o imóvel continua sendo seu e pode até mesmo se valorizar.

Valorização:

Aqueles que cuidam bem de seus imóveis, fazem melhorias e mantêm o local sempre em boas condições têm grandes chances de vê-los se valorizar a qualquer tempo. Qualquer imóvel pode valorizar ainda mais, caso haja melhorias e investimentos no bairro, na rua ou na região onde está localizado, podendo revende-lo, garantindo bons lucros ou aumentando seus rendimentos ao longo do tempo.

O setor imobiliário está em constante aprimoramento. Diversas novidades surgem com frequência, beneficiando tanto aqueles que desejam adquirir um imóvel para moradia quanto quem deseja investir no setor.  

Como você pôde perceber, o mercado imobiliário é tradicional, resiliente e bastante sólido, apresentando crescimento e oportunidades de negócios até mesmo durante as crises.

E quais motivos outros você acrescentaria para confirmar que investir em imóveis é uma boa decisão?

Neuza Marques

Sócia-Diretora da NNOVA Netimóveis

Cinco dicas para vender um imóvel

1 – Contrate um profissional

Uma imobiliária, ou corretor de imóveis, vai orientar sobre o passo a passo até a efetiva realização do negócio, orientando inclusive sobre a documentação do imóvel. Pesquisas revelaram que mais de 80% dos imóveis no Brasil tem alguma pendência na documentação, que pode ser uma simples averbação, até mesmo um processo de inventário. Por isso, é importante ter a consultoria/assessoria de uma imobiliária, ou corretor de imóveis.

A NNOVA, tem experiência em documentação, e acompanha todo processo desde a avaliação do imóvel, até a finalização do processo de venda.

2 – Pequenas reformas

Uma reforma grande é inviável, pois requer tempo e dinheiro, mas pequenas intervenções podem valorizar o imóvel. Pintar a parede já dá vida nova, bem como fechar os buracos de prego ou polir os pisos, podem ser a diferença entre fechar um negócio ou não.

3 – Fotografia de qualidade

Investir em fotografia de qualidade faz toda diferença, afinal é pelos anúncios que surgem a maioria dos compradores, e o imóvel com boas fotos tendem a ter mais visibilidade. A cada dia, a tecnologia tem proporcionado experiências primeiro online (internet), para só depois ser offline (física). Na NNOVA, são feitas fotografias profissionais em todos imóveis.

4 – Visita

A primeira impressão é a que fica. O comprador ficou encantado com as fotos, mas a realidade deve ser igual ao visto nas fotografias. Limpe e organize o imóvel antes de receber o provável comprador. Se possível, retire objetos com temas como religião, política, e times de futebol (as pessoas pensam diferente, e o comprador pode não ter o mesmo perfil do morador). Alguns móveis podem também ser retirados para dar visibilidade e noção de espaço.

5 – Negociação

É importante em uma negociação estar bem física e psicologicamente, pois em alguns momentos terá que ceder um pouco, ser mais flexível com outras formas de negociação, como a permuta de imóveis, por exemplo. No momento de negociar, o profissional do mercado é de vital importância, pois ele pode interagir com sua expertise, e buscar alternativas. Na NNOVA, participamos de todo processo de negociação, ajudando sempre a encontrar uma solução agradável para todos.

 

Joaquim Torres

Corretor de Imóveis da NNOVA NETIMÓVEIS

5 dicas para alugar o seu imóvel rapidamente

5 dicas para alugar o seu imóvel rapidamente

O mercado imobiliário é dinâmico, investimento semeado (imóvel adquirido), cultivado (com manutenção em dia e preço de mercado), é colheita na certa (renda garantida)!

Quem investiu em imóveis para gerar renda precisa saber dessas dicas para que o seu imóvel esteja sempre atualizado e alugado!

  1. Cuide da manutenção

Sabe a expressão “a primeira impressão é a que fica”? No mercado imobiliário, ela vale muito! Seres visuais que somos, ao entrar num imóvel, logo vamos observar se está limpo e reformado, com a parte elétrica e hidráulica funcionando bem, se a pintura é de qualidade e paredes em cores neutras e se o piso está completo e bem conservado. Buscamos identificar também se a parte de marcenaria está em dia e a luminosidade, atrativa. Então, deixe seu imóvel impecável para já encantar desde a primeira visita!

Pense aí: o que é melhor, investir no imóvel, deixando-o bonito, bem equipado, reformado e em condições de rapidamente ser alugado ou  pagar  meses de condomínio e outras despesas fixas enquanto  procura por um inquilino que vai demorar de chegar e, provavelmente, não pagará o preço desejado em razão da qualidade e estado de manutenção do imóvel? Esteja certo: mais investimento implica menos tempo de vacância entre uma locação e outra!

Independente do seu grau de experiência com locação, ao entrar num imóvel esteja atento à impressão que ele lhe desperta e pense no sentimento que ele trará aos seus visitantes uma vez que é importante usar a empatia e se perguntar: eu alugaria este imóvel da forma como ele se encontra? Se a resposta for não ou ficar em dúvida, vale avaliar o que precisa ser feito!

Dê atenção aos detalhes e deixe tudo em bom estado para uso imediato. Lembre-se: o inquilino não quer fazer reparos: quer o imóvel   pronto para ser usado confortavelmente!

Procure avaliar o provável perfil do seu inquilino e faça investimentos assertivos, realizando melhorias que façam com que o imóvel seja desejado por ele. Ou seja, ter ideia de a quem se destina o seu imóvel (a estudante, família, jovem profissional, executivo ou a idosos) já lhe norteará sobre as adaptações corretas e que vão agregar valor. Tendo noção do público-alvo, você fará investimentos que aumentam as chances de locar mais rápido e com melhor preço!

  1. Faça boas fotos e bom anúncio

As fotos são a sua vitrine: a forma como você apresenta o seu imóvel na era digital fará toda a diferença para despertar interesse do seu público-alvo. A qualidade das imagens dá credibilidade ao seu anúncio!

Para as fotos, escolha os melhores ângulos, destacando a boa iluminação e mostre peculiaridades como armários, vista, vizinhança, etc. Valorize o local, mas seja sincero. As fotos precisam refletir a realidade, caso contrário a ida ao local será decepcionante para os visitantes. Não deixe isso acontecer!

Não economize nos clicks, fotografe o imóvel, o condomínio, a rua, conte um pouco da história do bairro, o que ele oferece em infraestrutura de comércio e serviços e, no texto descritivo, ressalte as razões pelas quais seu imóvel merece ser alugado!

  1. Esteja atento ao valor proposto e às condições contratuais

O proprietário precisa observar se o preço solicitado é compatível com o mercado. Deve ser competitivo e acompanhar o momento atual da economia do país.

É muito melhor ter um imóvel locado do que fechado em razão do preço muito alto. No fim, isso poderá se tornar prejuízo para o dono!

Escolher bem o inquilino é fundamental, assim como ser maleável nos termos contratuais, propondo-se a facilitar a negociação e avaliar as condições dentro das possibilidades de ambos vão ajudar no alcance do objetivo de alugar com rapidez, satisfação e segurança!

Lembre-se, é fundamental que o contrato esteja rigorosamente em sintonia com a Lei do Inquilinato, se você não a conhece, procure quem tenha familiaridade com ela (Lei 8.245 de1991 e atualização em 2010).

  1. Preço de mercado x expectativa

Existem alguns critérios para determinar o preço final de um imóvel. É importante que o profissional ou o investidor tenha conhecimento do mercado. Além de acompanhar as tendências do negócio, deve-se saber dos investimentos públicos para o local, das previsões para infraestrutura e outras melhorias como as relativas a estabelecimentos comerciais e projetos de mobilidade urbana.

Para se chegar ao valor de aluguel compatível com a realidade de mercado, deve-se observar a localização do imóvel e particularidades como reforma, conservação, vizinhança, vista, acabamento, idade, andar, posição em relação ao sol, valor da taxa condominial e de IPTU (quando existente), se possui elevador ou somente escadas, por exemplo. Não considere somente os valores informados nos anúncios, faça outros comparativos, considerando principalmente os negócios realizados nos últimos meses envolvendo imóveis semelhantes no bairro. E lembre-se que entre pedir e conseguir há muita diferença, então consulte quem conhece o mercado imobiliário!

     5.Escolha uma imobiliária que invista em marketing

Invista especialmente no marketing digital! Procure saber como é a abordagem e propaganda na divulgação dos imóveis, confira a expertise da imobiliária na cidade e nas regiões onde ela atua. Conheça a estrutura da imobiliária, seja física e de pessoal, navegue pelo site e note se é atrativo, se tem informações relevantes e se as fotos e vídeos são bem feitos. Atente-se também para a forma de comunicação, como a imobiliária se comporta com os seus clientes locadores e locatários. Hoje com a tecnologia à disposição ficou fácil buscar todas as informações, inclusive nas redes sociais, que vão lhe ajudar a fazer melhor escolha da empresa que dará a legitima assessoria de forma a lhe permitir auferir a renda esperada para o seu investimento.

Opte por uma imobiliária que se dedica a análise minuciosa do cadastro dos seus locatários também através de conversas humanizadas e não somente com base no preenchimento de um simples formulário. Valorize a imobiliária que realiza vistoria respaldando-se em laudos e fotos detalhadas, que trazem mais segurança durante todo o processo de locação ou venda de um imóvel. Verifique se possui registro ativo no Creci (Conselho Regional de Corretores de Imóveis), o que confere legitimidade para a prestação de serviço como administradora de imóveis. Este registro normalmente aparece em seus canais digitais ou materiais gráficos. Você pode ainda buscar informações junto ao Creci da sua região.

É necessário avaliar o atendimento da empresa desde o primeiro contato. Se este for por e-mail, mande suas dúvidas e veja se todas serão respondidas. Se o primeiro contato for pelo site da empresa, veja se o atendente pediu prontamente o seu número para conversar melhor.

Quando o primeiro contato se dá presencialmente, fica mais fácil avaliar a qualidade do atendimento. Observe se você foi bem recepcionado (a), se o ambiente conta com boa infraestrutura e se responderam todas as suas dúvidas com clareza e educação. Procure uma imobiliária que atenda a todos esses requisitos.

A escolha certa de uma administradora de imóveis irá acelerar ainda mais o fechamento da locação do seu imóvel.
Um diferencial que traz credibilidade e segurança para locador e locatário é ter uma administradora especializada cuidando de todo o processo.

O proprietário pode usufruir de diversos serviços que são fundamentais para uma transação bem-sucedida e protegida, alguns deles:

• Controle financeiro das contas do imóvel e rendimentos;
• Atualização do valor do aluguel segundo o mercado;
• Análise de documentação;
• Gestão e medidas para garantir a manutenção do imóvel;
• Gestão e medidas para evitar inadimplências;
• Avaliação do imóvel, fotos e vistorias profissionais;
• Divulgação do imóvel em portais e mídias especializadas no setor;
• Assessoria jurídica e de mercado.

Aplicando essas dicas, se precisar de nossa ajuda, venha tomar um café conosco! E se você está fisicamente distante, as nossas ferramentas digitais e tecnológicas estão aptas para nos aproximar.

Aqui na NNOVA Netimóveis temos gente cuidando de gente!

O MERCADO IMOBILIÁRIO VAI MUITO BEM, OBRIGADO!

Quando escrevo o título acima estou realmente convencido disso. Quando fomos surpreendidos por esta triste realidade da pandemia que assolou o mundo no ano de 2020 e permanece em 2021, pensei que o mercado imobiliário iria sofrer muito e que a classe de corretores de imóveis iria viver dias muito difíceis. E no inicio foi assim, pois em março e abril de 2020 o mercado imobiliário ficou parado, principalmente no segmento de vendas. Mas com as mudanças no cenário econômico e financeiro, principalmente com a queda da Selic para 2% ao ano, o dinheiro investido no mercado financeiro passou a ser remunerado com taxas abaixo da inflação e as pessoas que acreditavam que aplicar seu dinheiro no banco era melhor do aplicar em imóveis mudaram rapidamente de opinião, trazendo um novo público interessado no mercado imobiliário. Ficou fácil perceber que uma aplicação rendendo algo em torno de 0,15% ao mês  perdia fácil para um percentual de 0,4% ao mês que é o resultado do aluguel de um imóvel bem escolhido, sem contar a valorização do próprio imóvel a médio e longo prazo. Podemos tomar como exemplo a aquisição de um imóvel quarto e sala moderno e com infraestrutura, além de ter uma taxa de condomínio baixa. Um imóvel como esse pode ser comprado por R$ 300.000,00 e ser alugado por R$ 1.200,00 fora taxas. Se fizermos um investimento no mercado financeiro esse valor de R$ 300.000,00 vai render algo em torno de R$ 450,00 ao mês, sem contar que o capital investido não se valoriza, ao contrário do imóvel. Por outro lado, a queda da Selic estimulou os bancos a baixarem as taxas de financiamento para compra de imóveis que chegaram a cair 2 pontos percentuais ou mais, situado a taxa de juros de financiamento em torno de 6,5% ao ano, fator que trouxe ao mercado uma massa de consumidores que não poderia tomar o financiamento antes, fazendo com o que o mercado imobiliário passasse a viver um clima de certa euforia. Dessa forma, é cada dia mais fácil afirmar que o mercado imobiliário vai muito bem.

O que nós, corretores de imóveis, podemos fazer para aproveitar esse momento tão especial do nosso mercado? É claro que o fato do mercado estar aquecido não significa que todos que estão nele tenham sucesso. Para isso é absolutamente necessário que todos nós tenhamos que buscar incessantemente a atualização, o conhecimento, a visão de um mercado que mudou. Temos que entender que o cliente de hoje é muito diferente do cliente de ontem, pois ele está muito mais exigente e nos cobra eficiência e conhecimento. Nunca fomos tão exigidos em toda a história da profissão e por conta disso se faz necessário entender qual a melhor forma de fazer o nosso cliente viver uma experiência positiva. Além da tecnologia, que já é uma exigência que há muito se configurou como item indispensável ao profissional de corretagem, é fundamental que possamos entender melhor o nosso cliente, e só conseguiremos isso nos capacitando dia a dia, buscando as ferramentas adequadas ao novo mercado, pensando no futuro .

Boa sorte!

José Noel– Sócio da NNova Netimoveis – CRECI 4291